La comparaison en langue française

post nelson

Bonjour à tout le monde!

«Sophie est timide et devient vite rouge comme une tomate»


La comparaison consiste à comparer deux éléments qui ont des points en commun. Elle est toujours composée d’un mot qui permet de lier ces deux éléments et que l’on appelle un outil comparatif: comme, tel, plus que, moins que, ainsi que, etc.

Grâce à l’outil comparatif «comme», la comparaison exprime clairement les points communs entre le rouge du visage de la jeune femme et la tomate. On dit «devenir rouge comme une tomate» car, lorsqu’une personne ressent une forte émotion, son visage peut rougir.

Tu veux savoir plus sur la comparaison?

Inscris-toi dès maintenant pour le prochain cours de Français!

Nous avons des cours de niveau A1-B2 à partir du 30/04/18.
Pendant la semaine ou les samedis.

A Bientôt!

Nelson Adao
Professeur de français et d’allemand

Expressões idiomáticas inglesas: uma forma natural de falar

Todo idioma tem sua ‘’coleção’’ própria de expressões e ditos populares, conhecidos como EXPRESSÕES IDIOMÁTICAS ou PROVÉRBIOS, usados pelos falantes em forma de frases (ou enunciados) de sentido completo.

Na língua inglesa, a lista de expressões é enorme e, muitas delas, são usadas de maneira extremamente informal na comunicação quotidiana. Essas expressões são chamadas de IDIOMS.

Creditis – Web

O mais interessante é que, ao traduzi-las, essas expressões adquirem significados completamente diferentes dos seus significados reais e, na maioria das vezes, não fazem sentido algum se traduzidas ao pé da letra.

Para facilitar e alegrar os seus estudos de inglês, listamos abaixo algumas dessas expressões com seus significados em português. Divirtam-se!

A penny for your thoughts – Um centavo por seus pensamentos (usada para perguntar o que a outra pessoa está pensando)

Creditis – Web

Actions speak louder than words – Ações falam mais alto do que palavras (vale mais o que você faz do que o que você diz)

Barking up the wrong tree – Procurando no lugar errado, acusando a pessoa errada.

Beat around the bush – Enrolar, não ir direto ao ponto.

Once in a blue moon – De vez em quando, raramente.

Creditis – Web

Best thing since sliced bread – Uma ótima ideia, invenção ou plano.

Burn the midnight oil – Estudar ou trabalhar com afinco, até tarde da noite.

Cross that bridge when you come to it – Não sofrer por antecipação, lidar com um problema somente quando ele realmente acontecer.

Elvis has left the building – Está acabado, algo chegou ao fim.

Creditis – Web

Let the cat out of the bag – Contar algo, um segredo que não poderia ser revelado.

Take with a grain of salt
– usada para dizer que não se deve levar algo que alguém disse muito a sério.

Andréa Vedovato
English and Portuguese Teacher

Até breve e bons estudos!

Se gostou do post, deixe um comentário!

Por que estudar italiano?


São tantas as motivações que nos levam a estudar um novo idioma, não é verdade? Então, a nossa pergunta é: por que estudar a língua italiana? Como ela é vista no mundo? Onde é falada?

A língua italiana na Suíça

O italiano é uma das línguas oficiais da Suíça em âmbito oficial e federal, além de desempenhar um papel muito importante sob vários aspectos:

– é falada na Suíça italiana (Cantão Ticino e Cantão dos Grisões) ;
– é uma das línguas mais faladas na Suíça alemã;
– é a língua dos imigrantes italianos e de seus descendentes.

crediti immagine – WEB

Uma língua de prestígio

A importância da língua italiana como terceira língua nacional é notável: em todas as áreas linguísticas da Suíça, é possível receber a transmissão de programas de televisão e rádio em italiano. Além disso, nos grandes supermercados, os produtos de uso quotidiano são etiquetados com informações em língua italiana, o que facilita muito a vida de falantes de línguas originárias do latim, como o português, o espanhol, o romeno, etc.

A língua italiana na Itália e no mundo

O italiano é uma língua românica originária do florentino literário falado em Florença, no século XIV. Atualmente, ocupa a 21ª posição no mundo entre as línguas mais faladas: é a língua materna de 95% da população residente na Itália, de acordo com os dados da Comissão Europeia. Além do mais, é a língua de todos os intercâmbios da vida quotidiana, de quase toda a mídia nacional, publicações e administração do Estado Italiano.

Florença

De acordo com estimativas da Sociedade Linguística Internacional, no mundo existem cerca de 66,6 milhões de falantes de língua italiana, dos quais 60 milhões residentes na Itália e 6,6 no estrangeiro.

Existem muitas motivações que levam uma pessoa a estudar a língua italiana, e muitas delas estão diretamente ligadas à arte, culinária, literatura, música. Quem decide estudar italiano o faz por paixão, mas também por necessidade: uma oportunidade profissional, mudança de país ou um curso universitário.

A língua italiana é considerada uma das mais musicais do mundo, e é exatamente esse fator que ajuda os estudantes no momento da aprendizagem, tornando esse processo mais prazeroso e gratificante.

A seguir, os países onde a língua italiana é oficial:
1. Itália
2. Suíça
3. Eslovênia
4. Croácia
5. República de San Marino
6. Vaticano
7. União Europeia (união econômica e política)

Italiano como língua nacional ou outra língua falada:

1. Albânia (língua estrangeira mais ensinada nas escolas)
2. Argentina
3. Austrália
4. Bélgica
5. Bósnia e Herzegovina
6. Brasil
7. Canadá
8. Chile
9. Egito
10. Eritreia (falada em nível de segunda língua e nacional)
11. Etiópia (usada em nível nacional)
12. França (usada em nível regional na Córsega e em Nice.
13. Alemanha
14. Israel
15. Líbia (língua oficial desde 1943; atualmente língua oficial)
16. Liechtenstein
17. Luxemburgo
18. Malta (língua oficial até 1934; atualmente em nível de segunda língua e comercial)
19. Mônaco
20. Montenegro
21. Paraguai
22. Filipinas
23. Porto Rico
24. Romênia
25. Arábia Saudita
26. Somália
27. Tunísia
28. Emirados Árabes
29. Reino Unido
30. Estados Unidos (língua usada pelos emigrantes em New England e New York/New Jersey como língua regional)
31. Uruguai

A razão pela qual esses países têm o italiano como língua oficial ou nacional está fortemente relacionada à história linguística do próprio país ou à emigração e ocupações/colonizações.

Até breve e bons estudos!

Cláudia V. Lopes
Insegnante di lingua portoghese e italiana

Se gostou do post, deixe um comentário!

Palavras parecidas mas nem tanto

border-320390_960_720Aprender um idioma é algo que requer disciplina, dedicação e tempo. Muitos erros serão inevitavelmente cometidos durante este longo processo. Porém, eles devem servir de incentivo. Muitas pessoas ficam irritadas com os próprios erros. Isso não nos leva a lugar algum. Devemos rir das nossas falhas e aprender com elas. Só desta forma iremos crescer.Eu já moro há mais de 15 anos na Suíça e há 6 venho dando aulas de alemão.

No início, também cometi vários erros. Ao invés de me irritar e culpar o « coitado do idioma » ou quem quer que seja, decidi levar tais falhas na esportiva, criando, assim, uma atmosfera agradável de estudo, na qual o meu cérebro iria aprender as formas corretas brincando.
Logo abaixo, irei descrever algumas situações hilárias, e outras nem tanto, que aconteceram comigo e com alguns amigos durante a nossa aprendizagem de alemão.

Boa leitura!

Schnauz X Schnauze – Há muito tempo dei um fora tremendo ao dizer que reconheci o meu sogro na rua pelo seu «Schnauze». Na verdade, eu queria dizer que o tinha reconhecido pelo bigode (Schnauz) e não pelo focinho (Schnauze). Ainda bem que ele levou tudo na brincadeira! (rs)

Schwarz X Schwanz – Um amigo meu, que também é professor de alemão, levou um colega para passar férias na casa de uma família alemã ultra conservadora. O colega do professor queria muito participar da conversa, mas o coitado estava perdido. Lá pelas tantas, ele entende que os presentes à mesa estão falando sobre cores. O rapaz, mais do que depressa, se apressou em perguntar se o dono da casa gostava de «Schwanz». O senhor empalideceu e se levantou, deixando os convidados sozinhos. Na verdade, ele queria saber se o alemão gostava da cor preta (Schwarz) e não do rabinho do cachorro (Schwanz). Além disso, Schwanz também pode significar o órgão sexual masculino . Oooopsssss…

Kirsch X Kirsche – certa vez, num restaurante, uma amiga pediu para o garçom Martini com Kirsch. O garçom, muito desconfiado, perguntou se a moça tinha certeza. « Claro ! Estou acostumada. », respondeu. Ao trazer o Martini, ela achou algo estranho no cheiro. Depois do primeiro gole mandou voltar a bebida, deixando o garçom irritado e confuso. O que a menina queria era Martini com cereja, muito comum no Brasil. Porém, ela recebeu Martini com uma cachaça de cereja, muito típica nos países germânicos. Portanto, « Kirsch » é a bebida destilada e « Kirsche » a cereja.

full_kirsche
Kirsche

Schiessen X Scheissen – Uma situação menos engraçada, porém muito, digamos, educativa… Um colega da América do Sul estava fazendo o resumo de um episódio de CSI New York quando, no meio da descrição, saiu a seguinte pérola : « Der Mann hat geschissen !». O suspense de todos transformou-se numa risada uníssona que durou quase 5 minutos ! Os presentes começaram a imaginar a cena : « o mocinho, cercado por bandidos, num ato de heroísmo, abaixou-se e fez suas necessidades fisiológicas no chão » ! Wowwww ! Na verdade, o que o colega queria dizer, é que o mocinho abaixou-se e começou a atirar nos bandidos, ou seja, « er hat geschossen ». Portanto, não se esqueça : « geschossen » é o particípio do verbo « schiessen » que significa atirar. « Geschissen » é o participio do verbo « scheissen » que significa… bem, acho que você já entendeu o recado.

Schweiz X Schweiss – as palavras, além de terem grafias parecidas, possuem uma pronúncia semelhante para os ouvidos menos treinados. Um dos temas da minha aula estava sendo « países ». De repente, um aluno faz o seguinte comentário : « In der Schweiss muss man hart arbeiten“. Sim, com muito trabalho acabamos suando. Porém, a pessoa estava se referindo ao país Suíça (Schweiz) e não ao suor (Schweiss).

Até breve!

Isa Felder

Se gostou do post, deixe o seu comentário!

Expressões idiomáticas em alemão

imagem postOlá, pessoal!

Muitas vezes, os estudantes de um determinado idioma tentam, desesperadamente, traduzir cada palavra de um texto para poder entender o seu signficado. Logo de cara, eles percebem que nem sempre é possível, principalmente em se tratando de expressões idiomáticas.

Para quem acha que o que estou dizendo não é verdade, vamos ver agora algumas expressões idiomáticas da língua alemã que nos farão rir, pois quase nunca têm uma tradução exata em outro idioma.

1) Schwein gehabt! – não, não estou dizendo que você teve um porco. Mesmo que no seu quintal haja alguns porquinhos correndo de um lado para o outro, a expressão signifca «teve sorte» ou «sorte sua!»

2) Ich glaub’, mein Schwein pfeift – pelo visto, os alemães adoram porquinhos, pois nesta língua você verá diversas expressões com estes animais. No caso específico desta expressão idiomática, se você acha realmente que o seu porquinho assobia, aconselho que chame a imprensa. Com certeza ele será um «Superstar». Porém, o sentido expresso aqui é o de surpresa da parte de quem fala. Poderia ser traduzida por algo como «não acredito!»

3) Die Kuh vom Eis holen – continuando a falar de bichinhos (começo a me sentir num zoológico ou numa fazenda), dizer que alguém «retira a vaca do gelo» quer dizer nada mais nada menos que alguém «resolveu um problema difícil».

image.img.640.medium
Créditos da imagem: Handbook Germany

4) Einen Vogel haben – haja expressões com animas em alemão ! Dizer que alguém tem um Vogel, não significa, necessariamente, que esta pessoa tenha um pássaro em casa, mas sim que ela é «lelé da cuca», «doida»

5) Nicht alle Tassen im Schrank haben – é uma expressão semelhante a anterior, porém ao invés de «pássaro», dizemos «xícaras». Será que quem inventou esta expressão não gosta de animais?

6) Das Leben ist kein Ponyhof – para os amantes da natureza, aí vai mais uma expressão contendo animais. «A vida não é uma fazenda de pôneis». Ohhhh, seria tão belo e tão idílico se pudéssemos passar horas a fio contemplando os pôneis correndo pelo pasto, não é verdade ? Infelizmente, a realidade é bem diferente. Portanto, a expressão significa algo como «a vida não é um mar de rosas».

111229_ponyhof
Créditos da imagem: web

7) Ich habe die Nase voll – ao ouvir esta expressão, um aluno que esteja dando os primeiros passos na aprendizagem do idioma alemão pode se apressar e oferecer ao seu interlocutor um lencinho para assoar o nariz. Porém, a expressão não significa «ter um nariz cheio», fazendo com que o coitado não consiga mais respirar por estar cheio de coriza, mas sim «estar de saco cheio de algo»

8) Schönen Feierabend – é uma expressão difícil de traduzir, principalmente para o português. Ela é usada para exprimir os votos de «um bom descanso» após o expediente de trabalho. Se a pessoa pretende ir celebrar ou não, isso já são outros quinhentos…

9) Es ist mir Wurst – embora seja de conhecimento geral que os alemães gostam de uma salsicha, a expressão não significa «é uma salsicha para mim». Se você ouvir isso de algum nativo, pode ter certeza que ele quer dizer que para ele «tanto faz». Expressão muito parecida com «es ist mir egal».

10) Das ist nicht mein Bier – para fechar o bloco de expressões, principalmente de comidas, escolhemos a famosa «essa não é minha cerveja». Pode até acontecer que numa festa alguém lhe diga isso, caso você pergunte ao seu colega se ele esqueceu a garrafa de cerveja em cima da mesa. Porém, se um falante da língua alemã lhe disser isso, provavelmente ele quer dizer : «isso não é da minha conta».

nicht_mein_bier

Até breve e bons estudos!

Isa Felder

Se gostou do post, deixe um comentário.